Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os representantes do setor também atualizaram algumas vagas do Conselho Municipal de Turismo; evento aconteceu de forma online

Londrina acaba de realizar a 6ª Conferência Municipal de Turismo, que apresentou propostas e diretrizes para a política do setor no biênio de 2021 a 2023. O evento online foi realizado nesta quarta-feira (30 de junho) e também introduziu os novos integrantes e entidades que se somaram ao Conselho Municipal do Turismo no biênio 2021-2023. Foram ocupadas vagas das Instituições de Ensino Superior e Pesquisa; Entidades de Classe, Conselhos Regionais e Associações de Profissionais; Instituições de Ordem Financeira; Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial e Industrial.

A Conferência abrangeu quatro temas: Turismo e Cidades Inteligentes; Gastronomia; Turismo de Experiência; e Educação para o Turismo. No primeiro tema, foram estabelecidas várias metas: a criação do Observatório de Turismo, com o apoio da CODEL e das Entidades do Turismo locais; o desenvolvimento da cidade pensada de maneira sustentável, com qualidade de vida e utilizando ferramentas tecnológicas de interação com o cidadão e o turista, no conceito Destino Turístico Inteligente; a busca pela viabilização do Centro de Convenções de Londrina; incentivos à Mobilidade Ativa (pedestre, ciclista, patins, skate, cadeirante, etc.) em domingos e feriados, nas vias públicas – usualmente destinadas aos veículos – atraindo e estimulando a permanência de turistas, e possibilitando a criação de circuitos temáticos.

A Gastronomia prevê a criação das Vias Gastronômicas de Londrina; fomentar as regiões gastronômicas rurais  do Limoeiro, do Heimtal, da Warta, e do Espírito Santo; criação de um Núcleo para desburocratização da liberação ou renovação de licenças e alvarás para eventos, bares, restaurantes e similares; obtenção de incentivos fiscais como crédito subsidiado para fomento do setor; captação de verba anual para algumas demandas de grandes eventos que venham para cidade.

Metas para o Turismo de Experiência: contatar os museus públicos para verificar as demandas e dificuldades, propondo, assim, ações conjuntas para melhorias e reformas, inclusive instalação de loja de souvenirs e gastronomia; fomentar o Turismo Esportivo da cidade, a manutenção e conservação dos estádios, autódromo e kartódromo; orientar organizadores de eventos e festivais para incluírem em seus sites de divulgação, locais para hospedagem, alimentação e pontos turísticos.

E, no tema Educação para o Turismo, as propostas foram: disponibilização de cursos de atualização continuada para Guias de Turismo Regionais e Nacionais; rotas viabilizadas por empresas de transportes e empresas locais – City Tours com guias especializados durante os finais de semana ou durante a semana com cronograma pré-estabelecido; fomentar junto a iniciativa publica e privada a formação de grupos para a terceira idade e portadores de necessidades especiais visando o Turismo Inclusivo; elaboração de guias turísticos e mapa da cidade com ampla divulgação; criação da página “Visite Londrina” onde estarão mapeados atrativos turísticos  categorizados por espaços com as seguintes temáticas: Cultura, Gastronomia, Educação, Esporte, Áreas Verdes, que apareceriam no mapa com marcadores específicos;

O presidente da Codel, Instituto de Desenvolvimento de Londrina, Bruno Ubiratan, participou da Conferência e falou em nome do prefeito Marcelo Belinati. “São fundamentais para a retomada da economia e para o desenvolvimento da cidade as contribuições da sociedade civil organizada na elaboração das políticas públicas dos vários setores produtivos. Todas as propostas discutidas nesta Conferência serão respeitadas pela gestão municipal e são de grande importância para que o turismo alcance de fato seu potencial de riqueza. Claro que existirão escalas de prioridades e limitações de recursos, mas superaremos as dificuldades, se buscarmos juntos recursos e apoio nos governos estadual e federal”, resumiu Bruno.

Dirigiram os trabalhos da conferência o presidente do Conselho do Turismo, Leandro Henrique Magalhães, o vice-presidente Angelo Barreiros, e secretaria Gilcéia Cabral. A diretora de Turismo da Codel, Renata Queiroz, agradeceu especialmente a parceria da Secretaria Municipal de Educação e da Unifil, na produção da Conferência.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.