Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O economista e consultor econômico, Carlos Alberto Gandolfo assume a presidência ao lado do economista e empresário Celso Machado.

Asimp/ CORECONPR

No último dia 04/01, o Conselho Regional de Economia do Paraná (CORECONPR), em reunião plenária, na sede da entidade (Rua Professora Rosa Saporski, 989, Mercês – Curitiba –PR), definiu, por meio de votação dos membros da entidade, os economistas que assumem a presidência e a vice-presidência no exercício de 2013. O Conselho será presidido na gestão de 2013 pelo economista e consultor econômico, Carlos Alberto Gandolfo, que assume o mandato ao lado de seu vice, o  economista e empresário Celso Machado.

A eleição que definiu o comando da entidade foi realizada com a participação dos 12 Conselheiros, após a posse dos novos delegados e dos  conselheiros, que representam a renovação de um terço. Concorreram ao pleito dois candidados, o da Chapa 01, formada pelos economistas Carlos Alberto Gandolfo e Celso Machado e a Chapa 02, formada pelos economistas José Augusto Soavinsky e Sérgio Guimarães Hardy. A votação ocorreu por voto secreto e teve como resultado o empate, com 6 votos para cada chapa. Conforme previsto no regulamento, o desempate estabeleceu como vencedor  o candidato com o registro mais antigo no Conselho, dando a vitória a Carlos Alberto Gandolfo.

Gandolfo e Machado sucedem o mandato do ex-presidente da entidade, o Economista Eduardo Moreira Garcia e seu vice, José Augusto Soavinsky. De acordo com o novo presidente “a maior importância em assumir a presidência do CORECONPR consiste na possibilidade de oxigenar a instituição, buscando a cada dia melhores condições de mercado para os economistas do Estado do Paraná”. 

O objetivo da nova gestão é de apoiar a classe dos profissionais economistas e fortalecer o relacionamento com os estudantes através do Corecon Acadêmico Paraná, e principalmente promover aos estudantes em fim de curso universitário, eventos e práticas para o início das atividades profissionais; apoiar os profissionais economistas ou empresas voltadas a assuntos econômicos e financeiros nas suas atividades cotidianas e nas participações em concursos ou licitações, procurando ampliar a fiscalização do regular exercício da profissão.

Ainda, a meta para o ano de 2013 é de acompanhar o desenvolvimento econômico do Estado do Paraná dentro da conjuntura nacional e cenário internacional, assim como prestar, quando necessário, esclarecimentos e explicações sobre medidas adotadas pelos governos Estadual e Federal que em muitas oportunidades não são compreendidas pela população. Outro propósito de ampliar o nível de relacionamento com os demais Conselhos Regionais de Economia.

Com 62 anos, o economista e advogado Carlos Alberto Gandolfo, acumula experiência na iniciativa pública e privada. Ele foi assistente de diretoria do BRDE, atuou como perito judicial e  atualmente presta serviços como assistente técnico em processos judiciais nas esferas federal e estadual, além de atuar como consultor econômico e financeiro para empresas do setor imobiliário e ser especialista em cálculos financeiros em questões de empréstimos e financiamentos. O presidente eleito já assume o cargo, mas a cerimônia de posse ficará para o início de fevereiro, em data a definir.

O economista e vice-presidente Celso Machado pretende utilizar a sua experiência como empresário e na direção de entidade de classe para defender os interesses dos profissionais economistas junto aos governos estaduais e federais. Machado é empresário, diretor comercial do grupo Emac, diretor financeiro da Aginpar (Agência de Internacionalização do Paraná), que está ligada à Secretaria da Indústria e Comércio, é diretor do CORE PR (Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Paraná e também  do SIRECOM PR (Sindicato Patronal   dos Representantes Comerciais do Paraná, onde responde também pela presidência do Conselho Fiscal.)

Posse dos Conselheiros e Delegados

Durante a 1ª reunião extraordinária do ano, foram empossados também os conselheiros que representam a renovação de um terço, para o período de 2013 a 2015, efetivos e suplentes. Para Conselheiros Efetivos nomeados foram os economistasCelso Machado, José Augusto Soavinski, Marcos Kruse e Maria de Fátima Miranda. Já para Conselheiros Suplentes empossados foram os economistas Celso Bernardo, Guilherme Hideo Assaoka Hossaka, Nivaldo Candido da Silva e Luis Alberto Ferreira Garcia. Para o Colégio Eleitoral no COFECON Delegado-Eleitor Efetivo, assume o economista Kanitar Aymore Saboia Cordeiro, e para Delegado-Eleitor Suplente,Eduardo Moreira Garcia.

Ainda foram nomeados os Delegados Regionais para o biênio 2013 e 2014, os economistas Antonio Pereira da Silva (Apucarana), Jesus Crepaldi (Campo Mourão), Leandro Salvador dos Santos (Cascavel), Orlando Batista da Fonseca (Cornélio Procópio, Nilson Camargo Costa (Foz do Iguaçu), José Maria Ramos (Francisco Beltrão), Altamir Thimóteo (Guarapuava), Laercio Rodrigues de Oliveira (Londrina), João Adolfo Stadler Colombo (Maringá), Adileia Ribeiro Santos (Ponta Grossa), Thais Oliveira Capucho (Santo Antônio da Platina) e Carlos Alberto Gonçalves Junior (Toledo). As atividades da sessão foram conduzidas pelo Conselheiro Ario Taborda Dergint.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios