Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Belezas naturais, diversidade de atrativos, encontro de povos e culturas, gastronomia e hotelaria de qualidade. Dessa soma, Foz do Iguaçu imerge como um destino único em todo o mundo, que transforma a experiência do visitante em uma viagem de sonho e encantamento.

No Dia Mundial do Turismo, comemorado em 27 de setembro, é preciso celebrarmos as maravilhas de Foz do Iguaçu. A cidade não é somente um dos principais destinos para turistas do Brasil e do mundo, é um dos mais amados.

Não menos que 183 milhões de avaliações colocam Foz do Iguaçu como o Destino Mais Amado pelos Brasileiros, em pesquisa recente de uma rede mundial dedicada à venda on-line de viagens.

Nos últimos dez anos, o modelo pioneiro da Gestão Integrada que adotamos assegurou muitas conquistas, como o aumento da visitação, que dobrou. Agora, temos a oportunidade de olhar o turismo e a cidade para projetá-los na próxima década, pensando coletivamente como será a Foz do Iguaçu do futuro.

Não há outro lugar que reúna toda essa riqueza. Em nossa cidade, temos desde a exuberância das Cataratas do Iguaçu ao gigantismo da Itaipu Binacional; temos o encontro dos rios Paraná e Iguaçu, o pôr do sol encantador e tantas outras atrações de qualidade que tornam a viagem e a experiência em Foz inesquecíveis.

Nesta região expandida da geografia, fala-se o idioma polissêmico da diversidade. Brasileiros, paraguaios e argentinos convivem de forma harmônica e se somam a pessoas de dezenas de etnias que escolheram este lugar no mundo para viver.

Se temos muito a comemorar, temos desafios a superar. Um deles é a elaboração do Plano Municipal do Turismo, que ditará os caminhos do turismo iguaçuense para o período 2020-2030.

Esse é um compromisso de cada um de nós que moramos em Foz do Iguaçu e a queremos cada vez melhor. O debate em torno do plano acontece na Conferência Municipal de Turismo, um espaço plural, democrático e aberto para toda a comunidade.

Afinal, o turismo gera riquezas e renda e, vinculado e fortalecendo as demais atividades produtivas, é tão indispensável para a cidade como são os outros segmentos econômicos que fomentam o emprego e o desenvolvimento para a nossa gente.

Nossos turistas querem aproveitar os encantamentos deste destino. Quem mora em Foz quer uma cidade cada vez melhor. Juntos, com união, trabalho coletivo e olhar no futuro, podemos seguir compartilhando sonhos com quem visita e vive em Foz do Iguaçu.

Carlos Silva é presidente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios