Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Parque Estadual Mata dos Godoy, em Londrina, é uma das últimas reservas naturais de mata nativa do norte do Paraná, sendo assim uma Unidade de Conservação Integral. É localizada na antiga Fazenda Santa Helena, distrito de Espírito Santo, a 20 quilômetros do Centro de Londrina e a 400 de Curitiba.

Estudos indicaram a presença de 282 espécies de aves, entre elas o tucano de bico verde, araçari de bico branco, jacutinga, macuco, gralha-picaça e urubu-rei. São 65 espécies de mamíferos, como o tamanduá-mirim, macaco-prego, onça-parda, lontra, quati, anta e o quase extinto gato-mourisco. Além de diversas espécies de plantas raras, entre elas o caju do campo, mamão do mato, rabo de bugio, jacarandá, cabreúva, peroba, guaçatunga e pau-marfim.

“Dentro da mata existem trilhas muito bem estruturadas, que podem ser percorridas por pessoas de todas as idades e com todo tipo de intenção turística e ecológica”, diz o diretor de Gestão do Patrimônio Natural do novo Instituto Água e Terra, Aristides Athayde.

Conforme o projeto do plano de manejo do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e da Universidade Estadual de Londrina está aberto ao público 10% da área do parque para visitação, como trilhas interpretativas, opções de lazer contemplativo e programas de educação ambiental. Os outros 90% são destinados à pesquisa ambiental.

Como atrativo para os visitantes, o parque oferece três tipos de trilhas:

Projeto Madeira

Das três trilhas, a Projeto Madeira é a menor. Ela tem um percurso de 540 metros que tem início atrás do centro de visitantes, percorre por uma área de reflorestamento de espécies e termina na área de descanso (choupana).

Interpretativa

A segunda trilha é a interpretativa ou das perobas e figueiras, como também é chamada. Com cerca de 700 metros é possível observar a exuberância da mata. Começa logo após o término da trilha do Projeto Madeira e durante o percurso há um trecho circular que passa por uma área de mata fechada.

Catetos

A trilha dos Catetos também se inicia ao final do Projeto Madeira, seu caminho é largo e retilíneo, adentra a mata fechada e termina no limite noroeste do parque.

“É um programa imperdível para aqueles que amam a natureza e que ficar um pouco do seu tempo ao ar livre próximo a Londrina”, relata Athayde.

O Parque

O parque foi criado em junho de 1989, pelo Decreto Estadual nº 5150/1989. Antes a área pertencia à Fazenda Santa Helena, de propriedade da família Godoy, que já na época mantinha a mata com o objetivo de preservar o local para as gerações futuras.

A Mata possui uma área de 690,17 hectares de floresta subtropical, estando inserida no bioma Mata Atlântica, na qual se encontram aproximadamente 200 espécies de árvores, como a peroba, angico, cedro, figueira, pau-marfim, entre outras.

Infraestrutura

O Parque conta com um centro de visitantes, almoxarifado, casa do guarda, casa de um operário rural e alojamento.

Parque Estadual Mata dos Godoy

Rodovia Mabio Gonçalves Palhano, Km 14, Londrina.

Aberta ao público nos domingos, da 13hs às 17hs.

Para visitas escolares ou em grupos, o agendamento é feito de terça a sexta das 08h30 às 17h30, pelo telefone: (43) 3373-8720.

As trilhas Projeto Madeira e dos Catetos não são feitas com a presença de guia, apenas a Interpretativa.

Os guias são disponibilizados pelo próprio parque.

Não há custo para o acesso ao Parque e realização das trilhas.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.