Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os atrativos do parque foram concedidos à iniciativa privada em fevereiro de 2020 e o Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), segue sendo o órgão responsável pela política pública, pela gestão do contrato e pela conservação da biodiversidade.

Desde a sua reabertura, no dia 4 de setembro de 2020, após seis meses de fechamento preventivo para o combate à pandemia da Covid-19, o Parque Vila Velha, nos Campos Gerais, recebeu 57.679 visitantes. É um dos principais atrativos turísticos do Paraná.

Os atrativos do parque foram concedidos à iniciativa privada em fevereiro de 2020 e o Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), segue sendo o órgão responsável pela política pública, pela gestão do contrato e pela conservação da biodiversidade.

Nesse período de um ano, em três meses o parque chegou a ter um público maior que nos respectivos períodos anteriores à pandemia, apesar de operar com capacidade de visitação reduzida em 50%.

“Vila Velha é um dos principais cartões postais do nosso Estado e possui uma beleza singular que não pode ficar de fora da agenda do turista”, comenta o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

As novidades implantadas no último ano pela Soul Vila Velha, concessionária do parque, foram bastante procuradas pelos visitantes: mais de 10 mil pessoas desceram na Tirolesa e quase 5 mil percorreram o circuito de Arvorismo.

Os turistas que mais aproveitaram as novidades do parque nos últimos 12 meses foram os de Curitiba (33,65%), seguidos pelos de Ponta Grossa (17,61%) e São Paulo (4,36%).

Leandro Ribas, gestor da Soul Vila Velha, afirma que este sucesso se dá, principalmente, pelas novidades implantadas no parque. “Reformulamos todo o padrão de atendimento, nossa estrutura de operação, construímos uma nova Praça Central, implantamos quatro núcleos gastronômicos, reformamos o Centro de Visitantes, implantamos novas atrações de aventura imersivas na natureza e mudamos até mesmo a forma como o visitante experimenta tudo isso, agora ele tem mais liberdade para aproveitar essas experiências por meio de um passeio autoguiado”, afirma.

Desde 2020, foram implantadas novidades substanciais que transformaram a experiência de quem visita o local e o parque aposta na visita sensorial para conquistar os turistas. Antes, os ônibus dos traslados internos – também reformulados – precisavam passar por fora do parque para chegar às Furnas e Lagoa Dourada. A ponte interna que fazia essa ligação foi reformulada e, agora, os visitantes não saem mais do parque para conhecer todos os atrativos naturais, o que torna a experiência muito mais cômoda e imersiva.

Feriado

No feriado de 7 de setembro – também dia 8 para moradores de Curitiba –, o parque vai abrir normalmente. Excepcionalmente, o parque seguirá aberto e não vai fechar na terça-feira da próxima semana (07/09). O parque fica aberto para visitação das 9h às 17h, mas a chegada recomendada para aproveitar todas as atrações e conhecer todo os atrativos é até as 13h. Os visitantes podem garantir o ingresso de forma antecipada e agendar o seu horário para as principais atrações pelo site ou comprar na hora da visitação diretamente na bilheteria do local.

Parque Nacional Do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, outro grande atrativo estadual, atenderá os visitantes no feriadão da Independência do Brasil de das 8h às 16h, e na terça-feira (7 de setembro), das 9h às 16h. O parque tem expectativa de receber uma média de 15 mil pessoas durante os quatro dias. Mais informações no site oficial (https://cataratasdoiguacu.com.br/).

Daniele Iachecen/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.