Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Encontro promovido nesta terça-feira (18) no Ministério do Turismo, em Brasília, selou a parceria com os estados do Sul do Brasil para a divulgação de seus atrativos. Durante a audiência com parlamentares e secretários de Turismo da região, o ministro Marx Beltrão recebeu o documento ‘O Sul é o seu Destino’, que sugere a promoção conjunta do Paraná, Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

A área é conhecida por diversos cartões postais do turismo nacional, como Florianópolis e o interior catarinense; Curitiba e os encantos das Cataratas do Iguaçu, e Porto Alegre e os deslumbrantes cenários de cidades como Gramado, na Serra Gaúcha, entre vários outros.

O ministro determinou que a área técnica do MTur avalie as propostas apresentadas. “Quero elogiar a oportunidade de podermos juntos encontrar os melhores caminhos para promover os belos destinos do Sul. Reconhecemos a importância do Sul para o turismo, porque todos os seus estados têm atrativos capazes de encantar os visitantes”, afirmou Beltrão.

O secretário do Esporte e do Turismo do Paraná, Douglas Fabrício, afirmou que uma aproximação se faz bastante necessária. “É uma maneira objetiva de se tratar deste tema importante que é a promoção turística dos estados do Sul”. Ele lembrou que o Paraná tem excelente relacionamento com o Ministério do Turismo e isso é fundamental neste processo de parceria e apoio aos projetos turísticos do nosso estado”.

Para o presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, o momento é do turismo. “É o segmento certo para alavancar a economia regional e nacional. A partir desta audiência, iremos encaminhar de forma positiva a questão da promoção do turismo no Sul do Brasil”, observou.

POPULARIZAÇÃO DOS DESTINOS - O ministro Marx Beltrão enfatizou, porém, que cada estado deve manter trabalhos pela popularização de seus destinos. Beltrão também pediu o apoio dos congressistas para as pautas do turismo no Congresso Nacional, como os projetos que dispõem sobre a revisão da Lei Geral do Turismo, a abertura de empresas aéreas ao capital estrangeiro e o novo modelo de atuação da Embratur. O ministro defendeu ainda que técnicos do MTur e representantes de municípios da região sul definam formas de acelerar obras financiadas com recursos federais, a partir de reuniões nos estados.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.