Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Paraná se reuniu, na tarde da terça-feira (31), com o presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl, que falou dos esforços na retomada do setor com a expectativa pela reabertura das atividades após a pandemia.

No encontro remoto comandado pelo presidente da Comissão, deputado Soldado Fruet (PROS), Jacob Mehl destacou a preparação de um Famtour – que é uma forma de promoção com o objetivo de apresentar e familiarizar o fornecedor do produto turístico - com operadores e agentes de viagens de todo Brasil, programado para novembro, que deve culminar no evento Governo 5.0 em Foz do Iguaçu.

A intenção, segundo o presidente da Paraná Turismo, é atrair a atenção para os pontos de interesse nas 15 microrregiões turísticas do estado. O mesmo acontecerá no ano que vem, desta vez com empresas de turismo internacionais. “O Paraná sobe 5,7% em seu turismo, um dos que mais crescem no país em turismo hoje”, afirmou.

O presidente da Paraná Turismo comentou ainda o trabalho da Assembleia Legislativa na aprovação de outros projetos que visam o desenvolvimento do turismo regional, como o cicloturismo, que tem sido uma alternativa e crescido bastante durante a pandemia. Inclusive na pauta da reunião da Comissão estavam três projetos de criação de ciclorrotas no estado.

A assessora técnica do órgão, Priscila Cazarin Braga, falou do turismo regional, listado como meio de atrair as pessoas aos destinos mais próximos com ações colaborativas entre o poder público, iniciativa privada e terceiro setor. Este plano é baseado no Programa de Regionalização do Turismo do Ministério do Turismo que divide o Paraná em 15 microrregiões representadas por Instâncias de Governanças Regionais (IGR).

De acordo com ela, as viagens pelo estado têm sido uma característica do período pós-pandemia, com distâncias curtas, de até 200 quilômetros. Foi mostrado aos deputados também o projeto “Vocações Regionais Sustentáveis”, com 15 pontos de parada para apoio à comercialização e divulgação de produtos paranaenses.

Já a diretora técnica, Isabella Tioqueta, falou dos projetos de lei que devem ser encaminhados pela Paraná Turismo à Assembleia Legislativa para fortalecer o setor. “Um deles é da criação do Fundo Estadual de Turismo, uma demanda de mais de 20 anos no estado, gerido pelo conselho estadual de turismo”, disse.

Ela listou também a regulamentação da regionalização do turismo no Paraná, que necessita de amparo legal. Ainda de um projeto de lei para o Master Plan paranaense; projeto de lei do Turismo de Base Comunitária (TBC). “Ainda em 2022 será encaminhada a discussão de atualização da Política Estadual De Turismo diante de um novo cenário de inovação e tecnologia”, explicou.

O presidente da Comissão parabenizou a Paraná Turismo pelo trabalho realizado, focado no desenvolvimento do turismo regional. Para Soldado Fruet, é muito importante essa aproximação do órgão com a Comissão de Turismo, que não ocorria em mandatos anteriores. "A Paraná Turismo quer caminhar junto conosco, seus diretores se prontificaram a participar das nossas reuniões, opinando sobre as propostas que discutimos e sugerindo ideias de projetos”, ressaltou.

Segundo o parlamentar, "o apoio do poder público é fundamental para alavancar o imenso potencial do setor, que foi muito afetado pela pandemia, mas felizmente já temos vários indicadores positivos da retomada das atividades, como o crescimento da visitação nos atrativos e na taxa de ocupação da rede hoteleira de Foz do Iguaçu, por exemplo, que se refletem em movimento em outros setores, como transporte, comércio e gastronomia, gerando emprego e renda para a população”.

Participaram da reunião ainda os deputados: Anibelli Neto (MDB), Galo (PODE), Professor Lemos (PT) e Rodrigo Estacho (PV).

ALEP

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.