Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sexto destino mais visitado por brasileiros, Recife celebra aniversário com shows e apresentações de Maracatu. A cidade se tornou referência turística pela beleza natural e riqueza histórica

A Veneza brasileira, como a cidade de Recife é conhecida, completa 478 anos nesta quinta-feira (12). Tombada pelo Patrimônio Histórico Cultural da Humanidade, a capital pernambucana atrai turistas brasileiros e estrangeiros interessados na beleza de seu litoral de águas mornas e claras, na riqueza das construções históricas coloniais e, especialmente, nas festas típicas, a maioria delas ao ritmo de frevo e ao som de maracatu.

Na programação de aniversário estão shows como o do cantor Lenine, na praça do Arsenal, além de apresentações de Maracatu e orquestras. Ao visitar a capital pernambucana, aproveite para passear pela orla, conhecer igrejas históricas como Madre de Deus e a Capela Dourada, assistir a espetáculos no tradicional Teatro de Santa Isabel ou no moderno Teatro Luiz Mendonça, no parque Dona Lindu. Também visite os museus do Estado, a Oficina Brennard e o Instituto Ricardo Brennard.

A capital é hoje o sexto destino turístico de viagens mais visitado por brasileiros que desejam conhecer o Brasil, de acordo com uma pesquisa do Ministério do Turismo. A cidade também recebe turistas estrangeiros, especialmente norte-americanos, argentinos e portugueses, que procuram praias como Porto de Galinhas e Boa Viagem, ou ainda o arquipélago de Fernando de Noronha, um dos lugares mais visitados de Pernambuco. O verão é o período mais movimentado de Recife, com destaque para o maior bloco carnavalesco do país, o Galo da Madrugada, que chega a reunir 2,5 milhões de foliões.

A capital recebe por ano mais de 5,3 milhões turistas, de acordo com a Prefeitura da cidade. Este ano, no entanto, o público pode ser ainda maior. Seis feriados emendados a finais de semana devem gerar um impacto econômico de R$ R$ 468 milhões. O destaque será o feriado de 12 de outubro, com a maior movimentação financeira (R$ 86,47 milhões) e de viagens (3,1 milhões) para o estado.

Recife também é marcada pela crença religiosa. A cidade é predominantemente católica, de acordo com o IBGE, mas lá está a mais antiga sinagoga das Américas, a Kahal Zur Israel, na rua do Bom Jesus, com grande quantidade de habitantes judeus. A gastronomia é variada e incorpora heranças europeias, especialmente portuguesas, holandesas, além de indígenas e africanas. Doces como o bolo de rolo, com formato de rocambole e recheio de goiabada, é um dos doces típicos da cidade.

Asimp/MTur

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.