Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Interessados em imóveis recebem pelo WhatsApp um pedido de transferência para uma conta de pessoa física para verificar se o financiamento será aprovado. A companhia não solicita depósitos e não cobra para que os interessados participem dos processos seletivos.

Cohapar identificou uma tentativa de golpe no município de Cambará. Há informações falsas circulando por meio de WhatssApp, sendo enviadas aos interessados na contratação das 56 unidades habitacionais em construção na cidade.

A tentativa de golpe consiste em um pedido de transferência para uma conta de pessoa física para verificar se o financiamento será aprovado. A Cohapar não solicita depósitos em nome de pessoas físicas e não cobra para que os interessados participem dos processos seletivos.

A inscrição para participar de processos seletivos de programas habitacionais é feita exclusivamente pelo site da companhia, através do link http://www.cohapar.pr.gov.br/cadastro.

As pessoas que tiverem dúvidas no preenchimento do cadastro devem procurar os escritórios regionais para auxiliar neste processo. Os números podem ser encontrados através no site www.cohapar.pr.gov.br, no menu Regionais.

Seguem algumas dicas para não cair nos golpes:

1. Observe o remetente das mensagens;

2. Não clique em links de e-mails ou mensagens WhatsApp de remetentes que você não conhece;

3. Nunca informe seus dados pessoais e bancários em resposta a ligações, e-mails ou links desconhecidos;

4. Nas redes sociais, não compartilhe nada sem checar a procedência e a veracidade das informações;

5. Acesse canais de informações oficiais sobre o empreendimento no site da companhia.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios