Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Associação Brasileira de Advocacia Tributária – ABAT convidou conjunto de advogados para compor grupo de estudos sobre ICMS e ISS. Este novo comitê permanente começará a funcionar dia 30 de junho, 17h, e interessados em acompanhar exposições e debates podem solicitar presença via info@abat.adv.br. Neste primeiro encontro, os temas serão expostos pelo mestre em Direito Tributário pela PUC São Paulo e sócio de Brasil Salomão e Matthes Advocacia, Marcelo Salomão e a advogada e Mestre e Doutora pela USP, Jacqueline Mayer da Costa Ude Braz. Eles tratarão de “ICMS / ST: Arcabouço normativo e aspectos gerais” e “ICMS/ST - ressarcimento, complemento e ROT: Impactos para as empresas”.

Ao decidir o RE 593.849, o STF assegurou a restituição do ICMS-ST no caso de o fato gerador ocorrer em montante inferior ao presumido. A partir desse julgado, surgiram três questões muito relevantes: (i) como o substituído poderá demonstrar a ocorrência do fato gerador em montante inferior ao presumido; (ii) se o fisco estadual poderia ou não exigir o complemento, caso o fato gerador ocorresse em montante superior ao presumido; e (iii) além da legalidade e constitucionalidade do Regime Optativo de Tributação (ROT) da substituição tributária

- O comitê terá como objetivo reunir um grupo de estudos para debater ações em defesa da cidadania fiscal e da justiça tributária, sobre temas tributários relevantes em discussão junto aos tribunais judiciais e administrativos, deliberações de temas para o ingresso como Amicus Curiae e a formatação de uma obra jurídica coletiva, diz Halley Henares Neto, presidente da ABAT.

Integram o grupo inicial de especialistas também os advogados Osvaldo Santos de Carvalho (Advogado, Consultor Tributário, Mestre e Doutor em Direito Tributário pela PUC-SP, Bacharel em Ciências Contábeis, Especialização lato-sensu em Administração Financeira e Contábil, em Direito Empresarial, Professor do Mestrado do IBET e da Especialização do IBET, COGEAE-PUC entre outros cursos de Pós-Graduação, atuou por 30 anos na Secretaria da Fazenda do estado de SP, desempenhando diversas funções, entre elas a de Diretor da Consultoria Tributária e Juiz do Tribunal de Impostos e Taxas-TIT. Consultor-colaborador da FIPE-Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e Eduardo Soares de Melo (Advogado e Consultor Tributário. Juiz do Tribunal de Impostos e Taxas de São Paulo (TIT/SP). Julgador do Conselho Municipal de Tributos (CMT/SP). Pós-graduado em Direito Tributário da PUC/SP e pelo CEU-LAW. Pós-graduado em Direito dos Contratos pelo CEU-LAW. Ex-Membro da Comissão Especial de Direito Tributário da OAB/SP. Ex-Membro da Comissão do Contencioso Administrativo Tributário da OAB/SP. Coordenador e Autor de artigos jurídicos em matéria tributária. Professor).

Nayara Alves/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.